top of page
Buscar
  • indaiatubapibi

O testemunho de uma mãe. Katharina von Bora


Quão doce e forte mãe e esposa ela era! Esta, com toda certeza, quero sentar e ouvir suas histórias quando chegar no céu!!! Ela não escreveu nenhum livro, nem jamais pregou um único sermão, não fez nenhum ato heroico, nem foi martirizada, mas seu inestimável auxílio possibilitou que seu marido fizesse tudo isto como poucos na história da igreja.

 

Seu nome, Katharina Von Bora, esposa do Reformador Martinho Lutero [...] Katharina, foi morar em um monastério em 1525, onde reformou todo ele e o administrou. Ela cuidava de todas as coisas do lar, para que seu marido tivesse tempo para fazer o que Deus lhe havia chamado: escrever, ensinar e pregar [...]

 

Ela teve 6 filhos, cuidava também de uma parente e quando sua cunhada morreu adotou seus 6 sobrinhos. Além dos familiares, era comum haver mais de 30 pessoas em sua casa (eles costumavam receber estudantes, que pagavam pelos seus estudos, ajudando assim a equilibrar o orçamento da casa).

 

Desse modo sua rotina diária era bastante atarefada, mas ainda tinha tempo de ler e de bordar. [...] Lutero a chamava de “a estrela de Wittenberg”, já que diariamente levantava às 4 horas da madrugada para dar conta de suas muitas responsabilidades. Entretanto sua vida não era somente dedicada a coisas materiais.  Seu marido a encorajava em seus estudos bíblicos e sempre sugeria algumas passagens particulares para ela memorizar [...] Ela e seu marido eram pais diligentes, e disciplinavam seus filhos em amor. Seu lar era famoso pela vitalidade e felicidade ali reinantes. Desta forma sua família era modelo para as famílias alemães [...] Lutero escreveu sobre sua esposa, dizendo:

 

“Minha Kate me mantém jovem, sem ela eu ficaria perdido. Ela aceita de bom grado as minhas viagens e quando volto, está sempre me aguardando com alegria. Cuida das minhas depressões e suporta meus acessos de cólera [...]Ela me ajuda em meio trabalho, e acima de tudo, ela ama a Cristo. Depois DEle, ela é o maior presente que Deus já me deu nesta vida. Se algum dia, vierem a escrever a história de tudo que tem acontecido (a Reforma), espero que o nome dela apareça junto ao meu [...]”

 

Ao tomar conhecimento desta declaração, Katharina respondeu:

 

“Tudo o que tenho feito se resume a simplesmente duas coisas: SER ESPOSA E MÃE, e tenho certeza que uma das mais felizes de toda a Alemanha!!!!”

 

Grandes Mulheres da Reforma, James I. Good, Ed. Knox Publicações

104 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2 Post
bottom of page