top of page
Buscar
  • indaiatubapibi

Mas... só isso?!


Esses dias atrás eu estava me aventurando na arte de fazer pães. Pedi para uma amiga a receita, comprei todos os ingredientes, preparei tudo o que precisava para fazer o melhor pão da minha vida. Já estava me achando uma "master-chef" de pães.


Mas, logo comecei a ler a receita (a que minha amiga tinha me passado). Achei que estava faltando alguma coisa. "Só isso? Não pode ser. Não vai dar certo! Esse pão está faltando ingredientes."


Imediatamente liguei para minha amiga que havia me passado a receita, e falei que estava faltando alguma coisa. Não daria certo fazer aquele pão!


Você já deve imaginar, que a receita que ela havia me passado estava correta, era eu que não estava acreditando que só aqueles poucos ingredientes fariam um maravilhoso pão que só ela sabia fazer e que gentilmente me ensinou.


Naquele momento eu dei risada sozinha, porque algumas vezes algumas amigas fazem o mesmo questionamento que fiz com a receita dos pães: "Só isso?!"


Deus tem me dado o privilégio de caminhar, aconselhar e crescer junto com algumas mulheres. E por bondade, pura bondade de Deus, algumas delas já se tornaram irmãs, fazem parte da minha família.


Poder crescer com amigas tão queridas, através do estudo da Palavra de Deus, e juntas entendermos o propósito de Deus para nós tem sido muito, mas muito melhor do que chocolate!


Entretanto, tenho percebido que existe o mesmo questionamento que fiz com a receita dos pães, que acontecem quando algumas novas amigas chegam para nossos estudos da Palavra: "Só isso?!!!"


A questão é essa: "Será que apenas estudando a Palavra de Deus, semana após semana vai dar certo? Não vai ficar monótono ou sem assunto? Você não acha melhor uma dinâmica? Você não acha melhor uma especialista para falar de tal assunto, afinal você não tem uma formação formal para certos assuntos que envolve as angústias da alma."


Então, o questionamento se dá em torno da incredulidade quanto à Palavra de Deus. Apesar de sermos cristãs e professarmos que a Bíblia é a Palavra de Deus, algumas vezes temos dificuldade de crê que a Palavra de Deus é suficiente para nós.


É claro que esses pensamentos não acontecem do nada, com toda certeza esse modo de pensar se expressa na sociedade onde vivemos. Vivemos em uma sociedade compartimentada, temos especialistas em todas as áreas, ninguém é bom em tudo e o saber agora é cada vez mais fragmentado.


Você sabe muito bem disso quando precisa de um médico. Se estamos com uma dor no joelho, precisamos de um médico ortopedista, mas que seja especializado em joelho. Não adianta ir em um ortopedista que atende mão, ele logo te dirá que não é a especialidade dele.


Entendo que existe valor nesse novo modelo de conhecimento. Porém, minha crítica é quando trazemos essa concepção também para a Palavra de Deus, para a nossa vida.


Sabemos que a Bíblia é a Palavra de Deus, crescemos ouvindo isto e, na teoria, poucos cristãos têm dúvida. No entanto, na prática, temos muita dificuldade de aceitar que a Palavra de Deus é suficiente para nos transformar, ou mudar nossa história.

Por isso, vivemos com a dúvida de que a Palavra de Deus, por si só, não basta para resolver o nosso problema. Daí estamos sempre em busca de algo mais. “Mas… só isso?”


Procuramos uma centena de amigas para confidenciar, com a intenção de que uma delas fale o que nosso coração deseja ouvir. Pagamos caro nas sessões de terapia, afinal, Deus capacitou especialistas para trabalhar em determinados assuntos, eles estudaram vários anos para isto, justificamos! Leram tudo que existe de mais moderno para trabalhar algumas questões da alma, não é?!


Vamos à farmácia em busca de um remédio que possa nos trazer um pouquinho de felicidade, ou até mesmo nos enchemos de brigadeiro com coca-cola!!!!


Porém, se somos cristãs de fato e verdade, devemos voltar a crer na suficiência das Escrituras!!! Crer na Palavra de Deus, crer que o mesmo Jesus que em Gênesis criou todo o universo, tudo o que nele há, inclusive eu e você, é o único que pode restaurar nossa alma, nos dar sabedoria, alegrar nosso coração, iluminar nossos olhos e nos mostrar o pecado.


Vejamos o Salmo 19 e observemos os efeitos da Palavra de Deus em nós:


ü Ela restaura a alma (v. 7);

ü Ela dá sabedoria aos simples (v. 7);

ü Ela alegra o coração (v. 8);

ü Ela ilumina os olhos (v. 8);

ü Ela nos adverte (v. 11);


É exatamente por isso que o salmista afirma: “São mais desejáveis que o ouro, sim, mais doces do que o mel que goteja dos favos”.


Lembra da minha receita de pão? Eu achava que por ser uma receita simples não daria certo. Eu estava errada, assim como muitas amigas acreditam que apenas estudar a Bíblia todos os dias não vai dar certo. "É chato, dá trabalho, ou não tem todos os assuntos que eu estou querendo ouvir. Assim, muitas vezes, preferimos fazer uma seleção de lives com assuntos determinados enquanto estamos dirigindo ou lavando louça". E vamos vivendo só disso, o tempo todo!!!


Deus tem me dado o privilégio de estudar a Palavra de Deus com algumas mulheres, tanto na minha igreja local, como on line. Nos encontramos para estudar o texto Bíblico. Temos estudado a Palavra de Deus e temos visto os milagres que Deus pode fazer no coração de uma mulher através do estudo da Palavra.


E o mais especial de tudo é ver outras mulheres desses nossos grupos, fazendo a mesma coisa com suas amigas, em várias partes do Brasil. Algumas destas amigas, no começo, também me disseram: "mas só isso?"; mas agora também estão como eu, impactadas com o que Deus pode fazer por meio do estudo de sua Palavra.

Um grupo de amigas, uma xícara de café e a Palavra de Deus sendo exposta... o resultado disso? Deus transformando nossos corações e fazendo de nós mulheres cheias da Palavra.


Então… não é: “Mas… só isso”!!! E sim: “Tudo isso!!!!”.


Simone Galvão


Simone é esposa do pr. Nelson Galvão e mãe do Mateus. É formada em Teologia, pedagogia e pós-graduada em psicopedagogia clínica. Simone tem atuado com o discipulado de mulheres mais novas, solteiras e casadas, auxiliando-as no entendimento da feminilidade à luz das Escrituras.

131 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2 Post
bottom of page