top of page
Buscar
  • indaiatubapibi

Lições do sofrimento de um homem correto - Parte 2


Você já passou por dissabores em que não entendeu o porque de passar por aquilo?


Repentinamente Jó perdeu os filhos, seus bens, sua saúde e, por fim, sua esposa lhe aconselhou a amaldiçoar a Deus e morrer. Tudo isso sem saber o porquê!


Jó não tinha conhecimento do diálogo que estava acontecendo em torno da sua pessoa (1:6-12; 2:1-6). Satanás se apresentou diante de Deus. O Senhor iniciou a conversa e mencionou a devoção de Jó. “Este é homem íntegro e correto, que teme a Deus e se desvia do homem”, disse o Senhor.


Diante das palavras de Deus, Satanás sugeriu que essa devoção se dava pela riqueza que Jó possuía e, em seguida, desafiou: “Mas estende a tua mão e fere tudo o que ele tem, e com certeza ele te amaldiçoará na tua face.” (Jó 1:11); e também: “Estende a tua mão e fere a sua carne e os seus ossos, e com certeza ele te amaldiçoará na tua face” (Jó 2:5).


A resposta de Deus nas duas ocasiões foi: “Pois bem, tudo o que ele possui está nas suas mãos; apenas não toque nele” (Jó 1:12); e também: “Pois bem, ele está nas suas mãos; apenas poupe a vida Dele” (Jó 2:6).


A segunda lição que podemos levar em consideração em relação ao sofrimento de um homem correto é que o sofrimento é restringido pela soberania de Deus; ou seja, Deus supervisiona e direciona de acordo com Seus propósitos o sofrimento de seus servos.


O Maniqueísmo é uma filosofia advinda do Zoroastrismo. Segundo esta filosofia existe duas forças no Universo que se interpõem. Seria o bem e o mal, o Yin e o Yang.


Entretanto, a história de Jó me faz perceber que essa batalha cósmica entre duas forças equivalentes não existe. Deus tem total controle sobre tudo, inclusive sobre as trevas. Ele não está no limite das suas forças tentando desesperadamente impedir que o mal avance sobre a Terra. Definitivamente não! O Deus das Escrituras é o Criador da existência, mantenedor da vida, Juiz de toda a Terra.


O apóstolo Paulo consciente disso irrompe em Louvor a Jesus: “Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação, pois nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos ou soberanias, poderes ou autoridades; todas as coisas foram criadas por ele e para ele. Ele é antes de todas as coisas, e nele tudo subsiste.” (Cl 1:15-17)


Penso em todo o mal que há no mundo e todo o sofrimento que ele provoca. A guerra entre Rússia e Ucrania já deixou mais de 300 mil mortos[1] e mostra sinais de escalonamento.


Fico estarrecido com notícias como o de superfaturamento de ventiladores pulmonares (2021) destinados ao tratamento de vítimas da Covid-19[2]. Recentemente com as chuvas no litoral paulista, o litro de água chegou a ser vendido a R$ 100.[3] Em meio à tragédia o ser humano ainda encontra ocasião para tirar vantagem!


Me choca saber que a bomba atômica mais poderosa do mundo é a B83, que tem o poder de destruição de duzentas bombas iguais à utilizada em Hiroshima. Existem 10.000 ogivas nucleares em todo o mundo e ainda ocorre uma verdadeira corrida nuclear por parte de países como o Irã e a Coréia do Norte.


Isso só para citar rapidamente algumas coisas recentes que me vem à mente agora. Bem, tudo isso me faz perguntar: por que a espécie humana ainda não se alto exterminou? Por que sobrevivemos?


Não existe outra resposta que não o exercício da Soberana Bondade, Graça e Misericórdia de Deus que insiste em nos preservar, a despeito de toda maldade.

De fato, Ele impõe limites, freia intenções maléficas, condiciona projetos das trevas e tudo direciona para o cumprimento de Seu plano, o de redenção do Seu povo.


Foi essa visão que João teve na ilha de Pátmos a respeito do fim e se expressou da seguinte forma: “Vi a Cidade Santa, a nova Jerusalém, que descia dos céus, da parte de Deus, preparada como uma noiva adornada para o seu marido. Ouvi uma forte voz que vinha do trono e dizia: “Agora o tabernáculo de Deus está com os homens, com os quais ele viverá. Eles serão os seus povos; o próprio Deus estará com eles e será o seu Deus. Ele enxugará dos seus olhos toda lágrima. Não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor, pois a antiga ordem já passou” (Ap 21:2-4).


Isso também tem implicações imediatas em nosso dia a dia. Todos nós passamos por situações em que não compreendemos o porquê de passar. Assim como Jó, não estamos a par do que está acontecendo nos céus!


Entretanto, devemos saber que Ele está no total controle de todas as coisas. Mais, quem está no controle não é um tirano, mas o Deus Todo-poderoso e bom, gracioso, misericordioso. Devemos confiar em Seu caráter. Afinal, Seu infinito amor por nós já foi provado na cruz de Cristo (Rm 5.8).


pr. Nelson Galvão


Referências

[1] https://exame.com/mundo/guerra-na-ucrania-300-mil-mortos-segundo-exercito-noruegues/ [2] https://www.stj.jus.br/sites/portalp/Paginas/Comunicacao/Noticias/20092021-Governador-do-Amazonas-vira-reu-no-STJ-por-fraude-na-compra-de-respiradores.aspx [3] https://www.metropoles.com/sao-paulo/reporter-da-globo-chora-ao-ver-litro-dagua-a-r-93-no-litoral-de-sp

143 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


Post: Blog2 Post
bottom of page