top of page
Buscar
  • indaiatubapibi

Cuidado, nem tudo o que reluz é ouro!



De acordo com o IBGE de 2019, no Brasil existem 109.560 Igrejas Evangélicas, das mais diversas denominações. Em 2019, foram abertas no Brasil, uma média de 17 novos templos por dia.


Esse grande número de igrejas evangélicas não é resultado de um avivamento que está em curso em nosso país, como alguns rapidamente afirmam. Ao contrário, expressa o tempo em que vivemos, que é de grande pluralismo religioso, com propulsão da internet que contribui ainda mais para a proliferação de doutrinas das mais variadas.


A doutrina do Espírito Santo é uma dessas que têm sido muito maltratada por esse pluralismo religioso. Muitas igrejas entendem o Espírito Santo como uma força cósmica que lhes dá poder sobrenatural para experimentar “sinais e maravilhas”, como falar em línguas, profetizar, ter visões, sonhos, curas, danças no espírito, escutar vozes, etc.


Todo esse folclore evangélico encontra grande respaldo em uma cultura que há muito abandonou o apego à verdade objetiva, e se curvou ao ídolo dos nossos dias, chamado “sensações”. De acordo com estes, o importante é sentir, ter arrepios, vibrações, sensações, que supostamente lhe confere a evidência de que Deus está ali.


Sendo assim, não escrevo essa pastoral para essas pessoas, porque certamente não lerão, uma vez que não estão habituadas à leitura de um texto que às levarão à verdade. Escrevo para aqueles cujo coração está prostrado diante de Cristo e, por isso, são criteriosos quanto à verdade da Palavra de Deus.


Dito isso, precisamos entender que o Espírito Santo é a Terceira Pessoa da Trindade, e a Sua função é a conversão dos incrédulos a Cristo e a capacitação dos crentes a ser testemunhas de Cristo onde quer que estiverem.


Veja o que Jesus disse a respeito do Espírito Santo, na ocasião imediatamente anterior à Sua crucificação. Acompanhe comigo:


1. O Espírito Santo é enviado por Jesus para Seus discípulos para estar sempre com eles e ser o outro Consolador (Jo 14.16);

2. O Espírito Santo é quem nos faz lembrar de tudo o que Jesus nos ensinou; ou seja, a Bíblia (Jo 14.26);

3. O Espírito Santo dá testemunho a respeito de Jesus (Jo 15.26);

4. O Espírito Santo convence o mundo do pecado, da justiça e do juízo (Jo 15.8);

5. O Espírito Santo nos conduz a toda a verdade e glorifica a Jesus (Jo 15.13,14).


É nesse contexto que, ao ressuscitar, Jesus instruiu aos Seus discípulos:


“Mas recebereis poder quando o Espírito Santo descer sobre vós e sereis minhas testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria, e até os confins da terra”. (At 1.8).


Perceba o seguinte:


A- É o Espírito Santo quem capacita os discípulos


Somos tentados a achar que nossas estratégias/capacidade é que nos fazem cumprir a missão. Igreja em células, Igreja com propósitos, etc. Existem igrejas que têm até mesmo uma equipe de psicólogos e marketeiros responsáveis pela divulgação da igreja!!!


Engano! Somente o Espírito Santo nos leva a cumprir aquilo que Deus quer.


B- É O Espirito Santo que capacita os discípulos para ser testemunhas de Jesus


Perceba que a missão dos discípulos de Jesus é ser testemunha (mártires) dEle. Logo, ser testemunha de Cristo é o que nos define. Dessa forma, não somos professores, engenheiros, marceneiro, donas de casa, etc. “Estamos” essas coisas. “Somos” testemunhas de Cristo.


Veja ainda que o poder capacitador do Espírito Santo foi dado para sermos testemunhas de Cristo; ou seja:


-É por meio do poder do Espírito Santo que perdoamos aquele que nos ofendeu, e assim testemunhamos da graça de Cristo.

-É por meio do poder do Espírito Santo que proclamamos a Cristo na escola, ainda que a despeito de sermos cancelados;

-É por meio do poder do Espírito Santo que nos mantemos fiéis a Cristo no trabalho, mesmo que sejamos pressionados às práticas ilícitas;

-É por meio do poder do Espírito Santo que ensinamos a Palavra de Deus a nossos filhos, mesmo quando todo o nosso corpo clama por descanso e entretenimento.


Veja, a atuação do Espírito Santo não tem nada a ver com visões, revelações, danças. Tem a ver com ser testemunha da morte e ressurreição de Cristo, onde quer que Deus nos coloque.


Desse modo, irmãos, sejamos prudentes em atribuir a ação do Espírito Santo a qualquer manifestação sobrenatural. Cuidado, nem tudo o que reluz é ouro!


pr. Nelson Galvão

105 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2 Post
bottom of page